S1kip to content

Brasileiros Proprietários de Imóveis em Miami na Mira da Receita Federal

O programa de repatriação direcionou a mira da Receita Federal para Miami. O programa que objetivou, mas não só, injetar dinheiro na economia brasileira, permitiu a contribuintes brasileiros legalizar bens e direitos não declarados mantidos no exterior.

De acordo com a Receita Federal, muitos brasileiros compraram imóveis em Miami, mas deixaram de declará-los ou não o fizeram corretamente.

Os brasileiros estão em segundo lugar no ranking das nacionalidades que mais compraram imóveis em Miami nos últimos anos. Brasileiros aproveitaram-se da taxa de câmbio favorável em 2011, quando os Estados Unidos ainda estavam em recessão e a moeda brasileira estava em quase R$2 para US$1.

De acordo com o jornal Folha de São Paulo, estima-se que, no total, 4.765 brasileiros tenham comprado imóveis em Miami entre 2011 e 2015. Desse total, 2.100 (ou 44%) não declararam os imóveis ou os declararam em valores inferiores ao real.

O programa de repatriação que, ofereceu aos contribuintes brasileiros prazo para declarar bens e direitos mantidos irregularmente no exterior, encerrou-se em 31 de julho de 2017.

Neste mês de agosto de 2017 a Receita Federal começará a enviar notificações para brasileiros que sabidamente possuam imóveis não declarados ou declarados incorretamente em Miami e que não tenham aderido ao programa de repatriação.

O volume de compra de imóveis por brasileiros em Miami diminuiu muito nos dois últimos anos. Atualmente, os agentes imobiliários de Miami estão começando a notar diferentes tipos de brasileiros buscando propriedades para comprar. Antes brasileiros pensavam em investimento. Agora estão comprando imóveis para lá residirem.

 

Fonte: Folha de São Paulo